thyssenkrupp é a primeira a disponibilizar elevadores energia zero

Mebe Russia

A thyssenkrupp apresentou no Fórum Global de Eficiência Energética, que aconteceu em Washington (EUA), dias 08 e 09 de maio, sua mais recente inovação para tornar a mobilidade urbana mais sustentável: um sistema que consome aproximadamente a mesma quantidade de energia que gera e pode ser aplicado em elevadores já em operação/instalados. Com os edifícios representando até 40% do consumo global de energia, este avanço marca um momento importante para a indústria da construção e abre a porta para a implementação de tecnologias mais eficientes em termos energéticos para combater a escassez de recursos naturais não renováveis.

O desenvolvimento do sistema de energia net-zero da thyssenkrupp foi motivado pelo longo ciclo de vida do elevador. Em média, esses equipamentos têm uma vida útil de 15 anos, sendo que para as 12 milhões de unidades em operação atualmente, 6% equivalem a novas instalações.  Em todo o mundo, os elevadores transportam mais de um bilhão de pessoas por dia e podem representar até 10% do consumo de energia de um edifício. Por isso, para reduzir o consumo de energia nas construções, a thyssenkrupp se debruçou sobre uma solução para melhorar a eficiência dos elevadores já instalados.

Os elevadores que regeneram a energia já estão em operação com impacto positivo ao converter a energia dissipada pelo elevador em eletricidade que pode ser devolvida para a rede elétrica do prédio. No One World Trade Center, a thyssenkrupp instalou esta solução na qual os elevadores regeneram a energia em quantidades suficiente para alimentar todo o sistema de iluminação do edifício.

Mas o novo conceito de net-zero vai um passo adiante, melhorando a eficiência energética, mesmo quando o elevador está ocioso, ou seja, quando está parado em algum andar esperando uma chamada, que pode representar até 70% de sua vida útil. O projeto usa novos controladores que acionam modos de “hibernação” ou “sono” em cabinas ociosas, reduzindo assim significativamente a demanda de energia. A energia necessária pode ser gerada usando painéis solares que não devem ter dimensões superiores ao tamanho do poço do elevador, criando sistemas que geram mais energia do que consomem.

“Os elevadores estão no cerne de um futuro mais eficiente em termos energéticos para as nossas cidades, mas são muitas vezes ignorados. Estamos muito satisfeitos em revelar o progresso no desenvolvimento de um novo conceito que poderá ajudar a transformar essa visão e definir o cenário para a próxima geração de sistemas inteligentes de energia”, afirmou Andreas Schierenbeck, CEO da thyssenkrupp Elevator, durante sua apresentação no Fórum Global de Eficiência Energética.

Os testes para o conceito de net-zero foram rigorosos. O sistema foi instalado em um prédio com mais de 100 anos de construção, como parte de um projeto de validação pelo Fraunhofer USA Center for Sustainable Energy Systems. O objetivo era transformar a sede da empresa, em Boston, em um dos principais centros de eficiência energética. O foco principal são as adaptações/reformas, visando à eficiência energética em edifícios construídos.

“Se quisermos atingir as metas de sustentabilidade definidas pelos países e, em última instância, salvar os recursos do planeta, as autoridades e as empresas privadas precisam atuar em colaboração na implementação das mais recentes soluções tecnológicas para oferecer economia de energia real. Na thyssenkrupp, estamos constantemente desenvolvendo nossas tecnologias e soluções que mudam o jogo para melhor atender às necessidades atuais e futuras de mobilidade urbana”, acrescentou Schierenbeck.

O conceito de elevador net-zero faz parte de uma ambição maior da thyssenkrupp de fornecer produtos e serviços mais inteligentes que melhorem a mobilidade urbana e a economia de energia. Outras inovações importantes no portfólio incluem MAX – a primeira solução de manutenção preditiva baseada na nuvem do setor de elevadores que ajuda a garantir a eficiência nas visitas de serviço; MULTI – o primeiro sistema de elevação horizontal / vertical sem cabos do mundo; e ACCEL – o primeiro sistema de transporte que melhora o acesso a estações de metrô, atraindo até 30% de passageiros adicionais e em terminais de aeroporto, oferece uma redução de 70% nos tempos de conexão entre portões.

Tenha acesso ao relatório final sobre o elevador de energia zero, aqui!  

Foto: Divulgação thyssenkrupp

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.