TRUMPF homenageia Ayrton Senna com esculturas de aço

ayrton-senna-esculturasHá 25 anos, Ayrton Senna conquistou o tricampeonato de Fórmula 1, em Suzuka, no Japão. Para comemorar esse e outros títulos de um dos maiores ídolos do automobilismo, a TRUMPF transforma o aço em arte e, junto com a BB Editora e o Instituto Ayrton Senna, lança o primeiro museu a céu aberto do mundo sobre a trajetória do piloto. 

Localizado no Autódromo de Interlagos, espaço marcado pelas mais emblemáticas vitórias de Senna, o Museu contará com 11 esculturas em aço assinadas pelo artista plástico Rafael Sanches, que foram confeccionadas e transformadas em arte graças à tecnologia das máquinas TRUMPF.  

A ideia do projeto nasceu de uma conversa entre o presidente da empresa, o engenheiro João Carlos Visetti, e Baroni Neto, sócio da BB Editora, que em seguida a apresentaram ao Instituto Ayrton Senna. “Sou fã de Fórmula 1 e acompanhei toda a carreira do Ayrton. Ele está entre os meus ídolos esportivos eternos”, comenta Visetti.

Motivado pelos 25 anos da conquista do tricampeonato de Senna, o presidente escalou os engenheiros de aplicação, Carlos Alberto Ferreira Jr e Luiz Carlos Bronca Filho, que transformaram a obra do artista em uma estátua em chapa de aço de 12 e 16 mm de espessura.  “O desafio foi grande, devido à alta riqueza de detalhes de design, geometria e altura da peça, usando uma única chapa de aço, sem emendas, e com acabamento refinado”, completa Visetti.  

Para eternizar a obra, a Gerdau colaborou fornecendo um aço especial, o aço patinável. Sua composição química foi ajustada para obtenção de maior resistência à corrosão atmosférica, além de oferecer alta resistência mecânica, ductilidade e soldabilidade. 

Até o dia 15 de novembro, as estátuas serão expostas em pontos turísticos de São Paulo, podendo ser vistas nos Aeroportos de Congonhas Cumbica e Viracopos; na sede da FIESP; no Esporte Clube Pinheiros; nos Shoppings Anália Franco, Eldorado e Morumbi; no Colégio Rio Branco, em que Senna foi aluno; na sede do Twitter, em São Paulo; na loja C&C – Casa e Construção (Av. Dr. Chucri Zaidan, 230, Brooklin); e na Avenida Interlagos, em frente ao Autódromo.  

Para Bianca Senna, diretora de Branding do Instituto Ayrton Senna e sobrinha do tricampeão mundial, a homenagem é mais uma forma de continuar espalhando seu legado pela cidade, onde o piloto nasceu e foi criado.  

“O Ayrton tem uma ligação muito grande com todos os brasileiros e também com a cidade de São Paulo. Os fãs do meu tio sempre pediram um espaço para que pudessem recordar dele e essa é uma homenagem que estamos dedicando para todos que têm um carinho grande por ele”, diz Bianca.  

Além das estátuas e do Museu, o projeto terá também a edição de um livro: “Ayrton Senna, um herói moldado de alma, coração e aço!”. A obra reúne os bastidores da confecção de cada uma das estátuas, desde o seu escopo e textos que retratam os temas de cada uma delas. Os exemplares trazem miniaturas das estátuas expostas, que serão entregues junto com a comercialização da obra.

Foto: Divulgação TRUMPF

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.