Boehringer Ingelheim firma parceria para desenvolvimento de novos tratamentos

prydio_boehringer_europa_rgbA Boehringer Ingelheim, uma das 20 principais farmacêuticas do mundo, e a Weill Cornell Medicine, unidade de pesquisa biomédica em conjunto com a escola de medicina da Universidade de Cornell, anunciam parceria global com duração de três anos para identificar novas abordagens de tratamento que possam interromper ou até mesmo reverter danos no tecido pulmonar provocados pela Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC).

A DPOC atinge 7 milhões de pessoas no Brasil e, além de não possuir cura, é a 5ª causa de morte no mundo. As opções de tratamento atuais focam na dilatação dos brônquios para diminuir a progressão da doença e o comprometimento do funcionamento pulmonar, garantindo assim maior qualidade de vida. O objetivo do desenvolvimento de novas terapias é auxiliar os pacientes a se manterem ativos e dar a devida importância aos exercícios físicos, que proporcionam grande melhora nos sintomas.

 “Nós buscaremos expandir ainda mais nosso conhecimento sobre a destruição progressiva das vias aéreas em parceria com a Boehringer Ingelheim e focaremos em conceitos terapêuticos promissores com o potencial de retardar ou interromper o dano progressivo das vias aéreas em participantes da pesquisa com DPOC”, informou Dr. Ronald G. Crystal, Presidente de Medicina Genética da Weill Cornell Medicine e investigador chefe na nova colaboração.

Foto: Divulgação Boehringer Ingelheim

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.