B. Braun lança programa para engajar cadeias de fornecedores

DSC_2864webA B. Braun adotou os indicadores do Ethos e possibilita aos seus parceiros comerciais realizarem uma avaliação de suas empresas sob os aspectos ligados à ética e governança.

“A iniciativa é pioneira e única no setor. Liderar um processo de sustentabilidade na cadeia de valor, junto aos seus fornecedores e parceiros, por meio da promoção da integridade nas relações de negócio certamente irá impactar positivamente o desempenho, a competitividade e os resultados de todas as partes envolvidas, assim como do próprio setor e do mercado. Mais do que nunca é imprescindível que as empresas fomentem e viabilizem o engajamento de sua cadeia de fornecedores”, destaca Caio Magri, diretor presidente do Instituto Ethos.

“A parceria vem ao encontro de tudo o que norteia a nossa atuação no mercado global e com a prática reiterada dos nossos valores fundamentais: transparência, confiança e reconhecimento”, conta Daniele Bittencourt Lopes, diretora Jurídica e de Compliance da empresa.

O Instituto Ethos desenvolve o programa Cadeia de Valor, que auxilia empresas a implementar medidas de gestão sustentável junto a seus fornecedores, clientes ou parceiros de negócios. O programa propõe o diagnóstico e planejamento de ações corretivas ou de aprimoramento a serem implementadas por seus participantes tendo como ferramenta o Guia Temático Integridade, Prevenção e Combate à Corrupção, dos Indicadores Ethos.

“No caso da B. Braun, o programa terá foco na agenda de Integridade, que é central para nosso país. Nesse sentido, estamos muito entusiasmados com o início dessa parceria, que pode gerar exemplaridade e influenciar reais transformações no segmento de saúde”, afirma Ana Lucia de Melo, gerente executiva de Gestão para o Desenvolvimento Sustentável do Instituto.

“Os distribuidores serão acompanhados ao longo de um ano, com atividades de capacitação, atendimento e assessoria individual. Dessa forma, pretendemos orientar e acelerar seu progresso nessa agenda”, afirma Ana Lucia. “Todo o trabalho será orientado considerando as especificidades do setor, de modo a tornar as discussões de Compliance mais concretas e aplicáveis à realidade das empresas”, complementa.

Foto: Divulgação B. Braun

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.