Parceria TRUMPF e ITA leva aluna de mestrado à Alemanha

Da Esquerda para Direita: Carsten Keim – Gerente Vendas  Divisão Laser TRUMPF / Carla Araujo – Marketing e Comunicação Trumpf / Prof. Dr. Milton Sergio Fernandes de Lima – ITA / Diogo Corazza – Gerente de Aplicação TRUMPF
Da Esquerda para Direita: Carsten Keim – Gerente Vendas Divisão Laser TRUMPF / Carla Araujo – Marketing e Comunicação Trumpf / Prof. Dr. Milton Sergio Fernandes de Lima – ITA / Diogo Corazza – Gerente de Aplicação TRUMPF

Uma parceria da TRUMPF com o ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) vai possibilitar uma experiência única a uma pesquisadora brasileira, que vai passar uma semana na sede da TRUMPF, em Ditzingen, em contato com os maiores especialistas em laser do mundo.

 “Fiquei muito surpresa! Não sabia que haveria esse prêmio”, comentou a engenheira Victória Paiva ao ser informada que o seu projeto de mestrado no programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias Espaciais do ITA foi premiado com uma viagem à TRUMPF, na Alemanha, por ter sido classificado em primeiro lugar nos trabalhos de encerramento do curso “Processamento laser de materiais”.

Em maio, Victória irá passar uma semana na matriz do Grupo, em Ditzingen, visitando as instalações, conhecendo projetos e conversando com os maiores especialistas em laser do mundo. “Estamos satisfeitos e orgulhosos em poder oferecer essa experiência única para ela“, diz João Carlos Visetti, diretor-presidente da TRUMPF do Brasil.

A viagem é resultado de uma parceria entre a TRUMPF do Brasil e o ITA, com o objetivo de incentivar a pesquisa em inovação na área do laser industrial. Surgiu de uma conversa entre o professor Milton Sergio Fernandes de Lima, responsável pelo curso e a diretoria da TRUMPF do Brasil. “Mantemos bom relacionamento com a TRUMPF e queríamos associar a presença de uma marca internacional ao curso”, comenta o professor Milton. Procurado pelo ITA, o diretor-presidente da TRUMPF do Brasil, João C. Visetti, não hesitou: “Vamos patrocinar a viagem do autor do melhor trabalho à fábrica de laser em Ditzingen. Será a melhor recompensa para quem pretende seguir na pesquisa de laser”, afirmou. 

Victória está desenvolvendo um sensor óptico para inspeção online de solda laser em aeronaves, e obteve a maior nota, com 91% de aproveitamento. “Os sensores atuais utilizam câmeras, o meu funcionará pelo princípio de interação entre som e luz, como um microfone sem diafragma, o que reduz o custo do equipamento”, afirma Victória, uma engenheira mecânica de 25anos de idade. Esse procedimento é uma exigência para a certificação de segurança das aeronaves, o que garante a aplicação pela indústria aeronáutica.

Visetti lembra que a TRUMPF investe anualmente em torno de 10% do seu faturamento global em Pesquisa & Desenvolvimento, visando trazer ao mercado soluções inovadoras que garantam redução de custos, aumento da produtividade e melhoria da qualidade de seus clientes. “Victória apresentou um projeto inovador e consistente com as necessidades da indústria aeronáutica. É de pesquisas assim que a indústria do laser precisa para continuar evoluindo”, diz Visetti. 

 Os concorrentes
O curso foi ministrado pela primeira vez na Pós-Graduação do ITA em 2006. São três horas por semana, com duração semestral, e capacidade para 20 alunos. Segundo o professor Milton, este ano os estudantes foram divididos em 4 grupos, que apresentaram as seguintes monografias: “Perfuração de rochas com laser”, “Limpeza com laser pulsado e laser contínuo”, “Inovação no processo de estrutura laser de superfície como brunida”, e o trabalho vencedor, “Desenvolvimento de sensor óptico para inspeção online de solda laser”.

As monografias foram avaliadas por um comitê de engenheiros de aplicação da TRUMPF do Brasil, presidido por Visetti. “A proposta era premiar o trabalho mais impactante e inovador, com ideias “fora da caixa”, que possam ser aplicadas na indústria do Brasil e do mundo”, explica o professor. “A qualidade técnica dos trabalhos é surpreendente. O Brasil está no caminho certo, se puder contar com esses pesquisadores”, afirma Visetti. 

Foto: Divulgação TRUMPF

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.