Bosch apresenta soluções para direção autônoma

sxc2O futuro da mobilidade será cada vez mais conectado, automatizado e eletrificado. Com isso, a Bosch vem atuando fortemente para oferecer soluções multimodais atreladas às essas três vertentes e, durante o Congresso SAE 2016, os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer as tecnologias e sistemas que visam uma condução mais econômica, confortável e que gere o menor impacto possível ao meio ambiente.

Com o desenvolvimento de sistemas de assistência ao condutor e direção autônoma, a Bosch quer cooperar para um trânsito livre de acidentes. A tendência é que os automóveis estejam cada vez mais conectados à internet e a uma rede de monitoramento inteligente. Com base nos sensores de proximidade, como câmeras e radares, os sistemas de assistência ao motorista detectam e interpretam as regiões mais próximas do veículo, ajudando em diferentes situações. 

“O sonho de um carro sem motorista está cada vez mais próximo. A base técnica para isto já está bem desenvolvida e a Bosch vem trabalhando ativamente para isso”, destaca Carlos Abdalla, gerente de Marketing, Comunicação Corporativa e Relações Institucionais da Robert Bosch. 

A direção autônoma e conectada mudará a forma como as pessoas se locomovem. “Haverá menos engarrafamentos, emissões de CO2, mais conforto e, consequentemente, menos acidentes. Ao invés de dirigir, será possível utilizar o tempo de percurso para ler notícias, checar os e-mails ou até mesmo se preparar para uma reunião”, destaca Abdalla. 

25º Congresso SAE

Durante o 25º Congresso SAE, que ocorreu em outubro, em São Paulo, a Bosch apresentou algumas das tecnologias que vem desenvolvendo para aprimorar a condução autônoma: como as câmeras Near-range e Vídeo Stereo, os radares Mid-ranger, Mid/long-range e Long-range, sensores de velocidade e ultrassônico, i-Booster e o sistema Servoletric. Todas elas estavam em exposição em um protótipo 3D. 

Além de um modelo tridimensional, a empresa levou uma mesa interativa com tecnologias que visam aprimorar ainda mais a experiência do motorista. Entre as inovações estava a interação do automóvel com o smartphone para buscar e estacionar o carro sozinho. Contou ainda com o dispositivo que procura e agenda um local para recarga de um veículo elétrico; o sistema de gestão de frotas em tempo real e a condução preditiva, que detecta com antecedência as condições do tráfego à frente, podendo reduzir o consumo de combustível e emissões de CO2; entre outras.

Foto: SXC

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.