Planetário em Rodewisch é modernizado com tecnologia ZEISS

cq5dam-web-980-980O observatório escolar com planetário de Rodewisch, na Alemanha, abriu suas portas em 15 de novembro, após ampla modernização. Pela primeira vez, vídeos em 360 graus ou full-dome podem ser exibidos usando a tecnologia de projeção instalada pela ZEISS. O sistema powerdome de duplo canal da marca também permite que visualizações astronômicas digitais, como constelações, sejam acopladas ao céu estrelado do projetor renovado.

Na presença do primeiro alemão no espaço, Sigmund Jähn, a reabertura foi combinada com um lançamento mundial: o software “WorldWide Telescope for powerdome” (WWT) está sendo usado em Rodewisch pela primeira vez. O WWT é bem conhecido no ciclo astronômico e é usado em vários computadores pessoais para visualizar e explicar assuntos da área. A empresa investiu muito esforço na adaptação do software para a projeção em cúpula multicanal. Pela primeira vez, o WWT pode ser usado efetivamente com suas várias visualizações tridimensionais e passeios em uma cúpula planetária.

Uma característica nova é a iluminação em LED, que projeta luz em todas as cores na abóboda recentemente pintada. O sistema de som também foi reparado, garantindo alta qualidade durantes as demonstrações. Após sua reforma, o planetário de Rodewisch adere a posição de outras instalações que começaram recentemente a usar tecnologia moderna de vídeo para seu público. Enquanto outros espaços mostram somente filmes em full-dome, o planetário de Rodewisch continuará oferecendo inúmeros shows ao vivo em estreita interação com a audiência.

O observatório relembra muitos anos de trabalho educativo: fundado em 1950, mudou-se para o seu atual edifício em 1967 e recebeu seu planetário de 60 lugares com cúpula de 8 metros em 1985. Há mais de 30 anos, o projetor da ZEISS tem trazido as estrelas artificiais e o universo à Terra para crianças, estudantes e adultos.

“Instalações menores como Rodewisch são tão importantes para nós quanto os grandes teatros de estrelas”, diz Martin Wiechmann, chefe da Unidade de Negócios do Planetário da ZEISS. “Em poucos meses e com base na colaboração estreita e confiável, encontramos a melhor solução para o planetário e estamos ansiosos para ver a reação do público”.

O chefe do observatório escolar e planetário, Jochen Engelmann, está impressionado com as possibilidades de apresentação estendidas: “No passado, tivemos que nos limitar a pequenas janelas para o universo. Agora, o universo é revelado em toda a extensão da cúpula e mantivemos nosso lindo céu estrelado. Além disso, nossos visitantes poderão experienciar no futuro muitos assuntos novos e fascinantes dos mundos da Ciência e da Cultura”.  

Foto: Divulgação ZEISS 

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.