Evonik inaugura novo centro de competência para silanos na Alemanha

novo_centro_de_competyncia_em_silanos_alemanha_div_rgbEm julho, a Evonik realizou a cerimônia de inauguração de seu novo centro de competência no site de Rheinfelden da empresa, dando seguimento a sua expansão em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) na área de Tecnologia de Silanos. A empresa de especialidades químicas investiu algumas dezenas de milhões de Euros no projeto de construção.

Seus 100 colaboradores agora dispõem de novos locais de trabalho em um prédio de 3.500 m2. A construção dos quatro andares do centro de competência, que contêm laboratórios de ponta, levou dois anos.

Em seu discurso de inauguração, Klaus Engel, presidente da Diretoria Executiva da Evonik Industries, enfatizou a importância da atividade de Pesquisa e Desenvolvimento. “A inovação é um impulsor significativo do crescimento da companhia e um importante pilar da nossa estratégia corporativa. No entanto, a habilidade de criar novos produtos não é algo extremamente importante somente para o nosso Grupo. Para a Alemanha, uma das principais nações industriais do mundo, as inovações são elementos vitais para assegurar empregos e também para a prosperidade do nosso país”.

Além de P&D, o novo centro de competência abrigará os departamentos de Tecnologia Aplicada, Analítica e Gestão da Qualidade. “Nós criamos condições de trabalho excelentes com distâncias curtas entre os locais de trabalho, o que favorece a colaboração e incentiva os colaboradores a trocar ideias e experiências. Desse modo, podemos criar soluções customizadas para os nossos clientes, com rapidez e eficiência ainda maiores”, diz Johannes Ohmer, membro da Diretoria Executiva da Evonik Resource Efficiency GmbH. 

A demanda por silanos especiais inovadores é alta em todos os mercados. Por exemplo, os silanos protegem edifícios, pontes e monumentos da corrosão, tornam os smartphones mais eficientes, permitem a existência de pneus que economizam combustível e de tintas mais duráveis. 

O novo centro de pesquisa se encaixa perfeitamente no sistema integrado de produção de silanos da Evonik. A pesquisa com silanos vem sendo realizada nesse site há mais de 80 anos – a primeira patente para um silano foi concedida aqui em 1934. Com o seu investimento no novo prédio do laboratório, a Evonik dá continuidade a essa tradição.

A empresa produz silanos no mundo inteiro em sites na Alemanha, na Bélgica, na China e nos EUA. O Grupo também opera laboratórios para fornecer suporte em tecnologia aplicada e pesquisa regional especializada na Alemanha, na China, na Índia, no Japão e nos EUA.  O portfólio inclui ampla variedade de clorosilanos, além de silanos organofuncionais e silanos funcionais com enxofre.

Foto: Divulgação Evonik

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.