Sócio da TRUMPF recebe prêmio do governo japonês

trumpf_premiayyo_rgbO professor Berthold Leibinger, sócio e presidente aposentado do Conselho de Administração da TRUMPF GmbH + Co. KG foi agraciado com a “Ordem do Sol Nascente, Raios de Ouro com Fitas”, uma das mais importantes honrarias do Governo japonês concedidas a personalidades internacionais.

A cerimônia de condecoração foi conferida na Embaixada do Japão em Berlim, pelo embaixador japonês Takeshi Yagi. A honraria é um reconhecimento a Berthold Leibinger por suas “realizações na promoção de intercâmbios econômicos e compreensão mútua entre Japão e Alemanha”, de acordo com a nota oficial. O ex-presidente alemão Horst Köhler participou da solenidade, assim como o ex-embaixador alemão do Japão e Indonésia, Heinrich Seemann.

A “Ordem do Sol Nascente” foi concedida pela primeira vez em 1875 às pessoas que haviam “prestado atendimento diferenciado ao Estado e ao público em geral”. Semelhante à Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha, existem diferentes níveis na premiação. A “Ordem do Sol Nascente, Raios de Ouro com Fitas” é equivalente a “Grande Cruz de Mérito” alemã. A ordem é conferida principalmente aos políticos, bem como a especialistas de estudos culturais e pesquisadores de Ciências Naturais; empresários, como o professor Leibinger são uma exceção.

Um bom exemplo do compromisso de Berthold Leibinger para com o Japão é o estabelecimento do parque da industrial alemão em Yokohama em 1987, que levou a uma estreita parceria entre o estado de Baden-Württemberg com a Prefeitura de Kanagawa. A TRUMPF também “realizou uma importante contribuição para o desenvolvimento da tecnologia japonesa na fabricação de máquinas-ferramenta com a inserção de sua subsidiária no Japão em 1978”, de acordo com uma declaração do Consulado Geral do Japão em Munique.

A declaração continua: “Também digno de menção é o compromisso cultural da Berthold Leibinger Stiftung GmbH e TRUMPF GmbH + Co. KG. Através de seu apoio com a exibição e catalogação da coleção de artesanato japonês (netsukes e inro) no Museu Linden, em Stuttgart, levando a cultura japonesa a um público mais amplo”.

Foto: Divulgação TRUMPF

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.