Prefeito de Hamburgo visita países latino-americanos

O prefeito de Hamburgo, Olaf Scholz, começou pelo Brasil, neste domingo (14), sua visita à America Latina. O tour acontece pouco depois da comunicação de que a cidade será a anfitriã do Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA) em 2014. Nos dias 13 e 14 maio deste ano, centenas de autoridades e empresários vão se reunir em São Paulo para o EEBA 2013. Por essa razão, segundo a prefeitura de Hamburgo, a capital paulista é o ponto de partida ideal para a visita da comitiva alemã ao continente.

O Brasil é um dos dez principais parceiros comerciais de Hamburgo, cujo porto é o segundo maior da Europa (atrás apenas do de Roterdã, na Holanda) e porta de acesso ao norte do continente para a América Latina. Para o futuro, está prevista a ampliação da parceria entre os portos de Brasil e Hamburgo. Simultaneamente, estão sendo criadas cooperações nas áreas da logística, energia, aviação, tecnologia da informação e ciências.

Na quarta-feira (17), Scholz vai se reunir com o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. Durante a visita vai ser assinada, entre outras, uma carta de intenções que reforçará a cooperação entre o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e a Universidade Técnica de Hamburg-Harburg. Com gigantes do setor como AIRBUS e Lufthansa Technik, aproximadamente 300 empresas de aviação e numerosas instituições de investigação, Hamburgo é o terceiro maior polo de aviação no mundo.

Após o Brasil, a comitiva visitará o Uruguai. Em Montevidéu, Scholz será recebido pelo presidente uruguaio, José Mujica, para conversações. A viagem terminará ao final da semana na Argentina, onde terão lugar encontros com o governador da província de Buenos Aires, Daniel Osvaldo Scioli, e com a vice-prefeita da cidade de Buenos Aires, María Eugenia Vidal, entre outros.

De acordo com informações da prefeitura de Hamburgo, há poucas cidades europeias que dispõem de uma rede de contatos tão vasta com a América Latina como a metrópole do norte alemão. Em 2012, abriu em Hamburgo o EZLA, um centro de negócios destinado especialmente a empresas latino-americanas. Desde novembro de 2011, a Fundação União Europeia, América Latina e Caribe (EU-LAC) está sediada na cidade, onde também a Associação Empresarial para a América Latina (LAV) tem a sua sede principal.