thyssenkrupp lança torre de testes na Alemanha

thyCom o lançamento de suas atividades de P&D na torre de teste em Rottweil, Alemanha, a thyssenkrupp continua a transformação de seus negócios de elevadores e da indústria de elevadores em geral. À medida que as cidades enfrentam crescimento populacional e, consequentemente, infraestruturas sobrecarregadas, a inauguração das instalações de pesquisa e desenvolvimento da torre na cidade mais antiga de Baden-Württemberg, significa um marco decisivo para enfrentar os desafios da urbanização, especialmente porque a mobilidade eficiente nos edifícios desempenha um papel decisivo no crescimento sustentável das cidades.

“A introdução da nossa solução de manutenção preditiva MAX e a integração do HoloLens da Microsoft nos nossos processos de serviço têm demonstrado que, mesmo um setor conservador, como a indústria de elevadores, que não sofreu grandes mudanças nos últimos 150 anos, pode ser revolucionado através da inovação e digitalização”, diz Andreas Schierenbeck, CEO da thyssenkrupp Elevator. “Com a torre de teste Rottweil, fortalecemos nosso principal negócio, a fabricação de elevadores, com soluções pioneiras que nos permitem redefinir a mobilidade nas cidades e torná-las os melhores lugares para se viver.”

Uma dessas soluções, que em breve será testada em Rottweil, é o MULTI, primeiro elevador sem cabos do mundo. Três das doze caixas de corrida na torre de testes foram concebidas exclusivamente para este novo sistema de elevadores. A tecnologia de levitação magnética desenvolvida para o trem Transrapid é utilizada nos acionamentos de motor linear, proporcionando uma série de vantagens: devido à construção sem cabo, várias cabinas do elevador podem operar em um único eixo. Isto aumenta a capacidade de transporte em até 50% e, simultaneamente, reduz o espaço do poço do elevador no edifício pela metade. Uma vez que os elevadores podem mover-se lateralmente e sem quaisquer limitações de altura, o MULTI também abre possibilidades sem precedentes na arquitetura e na concepção de edifícios.

Como um indicador da necessidade de soluções de transporte mais rápidas e mais eficazes em edifícios, um projeto de lei atual do governo federal alemão está olhando para rever as restrições de altura anterior. Para lidar com a falta de habitação e criar mais espaços de vida em cidades, os edifícios devem ser mais altos e construídos em intervalos mais estreitos. Consequentemente, os elevadores de cabos convencionais são também uma área de pesquisa para os engenheiros da thyssenkrupp na torre de 246 metros de altura, que permite testes de elevadores de alta velocidade, de até 64,8 quilômetros por hora ou 18 metros por segundo.

As atividades de P&D na torre começarão oficialmente com a entrega do empreiteiro geral Züblin a thyssenkrupp. Tendo em mente a sua função como um centro de inovação essencial para a tecnologia de elevador, thyssenkrupp garante que a entrega da torre de teste está totalmente no tempo e orçamento previstos.

A tendência é subir
Em 1950, as populações rurais representavam 70% da população mundial, mas em 2050, as populações urbanas responderão por quase a mesma porcentagem. Ou seja, as cidades estão se tornando os centros econômicos do mundo e, à medida que crescem, o espaço limitado significa que há apenas uma direção para se expandir: para cima. Como os edifícios de grande altura criam uma pequena pegada e permitem mais espaços verdes urbanos, os benefícios ecológicos e econômicos provaram que eles são um fator decisivo no desenvolvimento das megacidades. Mas não é só o número de arranha-céus que está aumentando, a altura média também está superando todas as expectativas. Até o final de 2015, a altura média dos 100 edifícios mais altos do mundo aumentou para 357 metros; 70 metros acima da média de 285 metros em 2000.

Para facilitar o transporte eficiente e confortável de pessoas nesta paisagem urbana em rápida mutação, novas inovações na indústria de elevadores são urgentemente necessárias, de acordo com Andreas Schierenbeck. “O tempo continua a ser uma mercadoria valiosa, e queremos apoiar as cidades para garantir que seus moradores não percam tempo em congestionamentos e superlotações, seja através de produtos inovadores como o MULTI, ou para acelerar a caminhada, como a ACCEL, que reduzem o congestionamento e melhoraram o fluxo de pessoas em edifícios, além da incorporação de MAX e HoloLens em nossas operações de serviço para ajudar a garantir que os sistemas de mobilidade sempre funcionem como deveriam, a thyssenkrupp está constantemente inovando para melhorar o transporte urbano.”

Foto: Divulgação thyssenkrupp

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.