BASF inaugura nova unidade de produção de PVP em Xangai

laboratorio-gencs_guaraA BASF comemorou a abertura de um novo complexo, localizado em seu site em Xangai, na  China, para a fabricação de polivinilpirrolidona (PVP). A nova planta irá produzir o PVP K30 em pó, um polímero usado como base para diversas aplicações, incluindo excipientes farmacêuticos, detergentes, cosméticos e aplicações técnicas. A produção da nova planta de PVP expande o mercado da BASF, permitindo um fornecimento contínuo e de alta qualidade para os clientes da Ásia-Pacífico, especialmente da China.

“A nova planta em Xangai confirma o nosso compromisso com os clientes de várias indústrias e é um marco fundamental para a transferência de tecnologia de produção global de PVP para a Ásia-Pacífico”, disse Michael Heinz, Membro do Conselho de Administração Executivo, BASF SE, responsável pela divisão de Materiais de Performance da empresa.

Liderança em tecnologia PVP introduzida na Ásia-Pacífico
Em 2015, a BASF anunciou planos para investimentos globais em sua cadeia de valor NVP (N-vinilpirrolidona)/ PVP de até 70 milhões de dólares. Os planos incluem a extensão das capacidades em Ludwigshafen, Alemanha e Geismar, Louisiana (EUA), juntamente com a introdução da tecnologia em Xangai, China. “Estamos muito satisfeitos por celebrar a inauguração da nova planta de PVP em Xangai. Assim, concluímos com sucesso a primeira etapa do nosso investimento global em diversos locais na cadeia de valor NVP/PVP”, disse Saori Dubourg, presidente da divisão de Nutrição e Saúde da BASF. A moderna planta está equipada com instalações de produção sofisticadas, incluindo um laboratório de controle de alta qualidade, bem como uma grande capacidade de armazenamento.

Um polímero multifuncional

O PVP pode ser usado em diversas aplicações devido às suas características variadas: facilmente solúvel em água e solventes;  excelentes propriedades adesivas; aumenta a solubilidade dos ingredientes farmacêuticos ativos (iFAs); não irrita a pele; não representa um perigo para a saúde; resistente à temperatura, pH estável, não iônico e incolor.

A nova planta opera em conformidade com as normas locais e internacionais de Boas Práticas de Fabricação, por exemplo, tal como definido pelo IPEC (Conselho Internacional de Excipientes Farmacêuticos) e EFfCI (Federação Europeia para os Ingredientes Cosméticos), aplicáveis para a indústria farmacêutica e cosmética. Uma grande parte dos produtos PVP da BASF são comercializados para a indústria farmacêutica e vendidos sob o nome Kollidon®, que está em conformidade com as principais normas internacionais da Farmacopeia, como estabelecido pelo USP-NF e CP, por exemplo. A BASF inventou o PVP e é uma das líderes de mercado – uma história de sucesso há mais de 75 anos.

Foto: Divulgação BASF

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.