Turíngia é palco do Encontro Econômico Brasil-Alemanha 2016

Monumento de Martin Luther na Turíngia

O Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA), realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Federação das Indústrias Alemãs (BDI), com o apoio da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, acontece, este ano, na cidade de Weimar, no estado alemão da Turíngia, entre os dias 16 e 18 de outubro.

Durante o evento anual, realizado alternadamente no Brasil e na Alemanha, são tratados assuntos como: políticas econômicas e comerciais, oportunidades de negócios, compras governamentais, estratégias para a engenharia mecânica no Brasil, entre outros assuntos ligados aos negócios entre os dois países. Além dos painéis e fóruns, os participantes farão visitas técnicas a empresas locais.

 O Encontro Econômico Brasil-Alemanha tem como objetivo fortalecer as relações bilaterais e a parceria estratégica entre os países. Mais informações podem ser obtidas pelo Núcleo de Relações Internacionais da CNI: cpferreira@cni.org.br ou (61) 3317-9880.

De olho no estado da Turíngia
O estado alemão da Turíngia é um dos líderes no que diz respeito a Patrimônios Mundiais da UNESCO, com foco no futuro que une em00presários e pesquisadores e palco de histórias de sucessos empresariais e artísticos.

O estado é um dos que mais conta com empresas industriais combinadas à uma base de pesquisa invejável: ao todo são 14 instituições da comunidade Fraunhofer, Leibniz, Max-Plack e Helmholtz, assim como mais 8 institutos de pesquisa econômica. Ali, economia e ciência se unem para prosperar.

A parte disto, visitantes da região não escapam de um banho de cultura, tendo em vista que famosos artistas e poetas como Johann Wolfgang von Goethe, Friedrich Schiller e Johann Sebastian Bach deixaram ali seu legado, que até hoje é cultivado por toda a população.

A Turíngia também é berço da Bauhaus, fundada em 1919 por Walter Gropius, na cidade de Weimar e hoje símbolo absoluto de novas formas de expressão para a arte e a arquitetura. Com esta iniciativa, muitos artistas vanguardistas foram atraídos para a região, entre eles, Paul Klee, Wassily Kandinsky e László Moholy-Nagy.

A cidade anfitriã do Encontro Econômico Brasil-Alemanha 2016, Weimar, é Patrimônio Cultural da Humanidade da UNESCO e foi palco de momentos históricos como quando Martinho Lutero traduziu o Novo Testamento sob o pseudônimo de “Junker Jörg”.

Foto: Divulgação Thüringer Tourismus GmbH

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.