Câmara discute os avanços da Política Nacional de Resíduos Sólidos

 residuos_sylidos-_shutterstock_rgbA Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK São Paulo), por meio do seu Departamento de Meio Ambiente, Energias Renováveis e Eficiência Energética, realizará, no dia 08 de março em São Paulo, o evento que colocará em pauta a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Este encontro tem como objetivo discutir os principais acordos setoriais firmados, suas metas e instrumentos. Daniely Andrade, diretora de Meio Ambiente, Energias Renováveis e Eficiência Energética da AHK São Paulo explica: “Decidimos promover este encontro com o objetivo de discutir a PNRS mais a fundo com nossos associados. A Política já está em vigor há alguns anos, mas queremos aprofundar o debate para que as empresas possam se adequar melhor à esta questão.”

Apesar das disposições da  Lei nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) já ter completado 7 anos, a gestão de resíduos sólidos no Brasil ainda se mostra deficitária e carece de adequações para que o País possa realmente avançar no que diz respeito ao enfrentamento dos principais problemas ambientais, sociais e econômicos decorrentes do manejo inadequado dos resíduos sólidos.

A PNRS surgiu também como uma importante ferramenta que pretende colocar o Brasil em um patamar de igualdade aos principais países desenvolvidos no que concerne ao marco legal. A ideia é agir na  prevenção e na redução da geração de resíduos, tendo como proposta a prática de hábitos de consumo sustentável e um conjunto de instrumentos para propiciar o aumento da reciclagem e da reutilização dos resíduos sólidos.

Para Anícia Pio, gerente do Departamento de Meio Ambiente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e palestrante do evento, a gestão eficiente de resíduos sólidos no Brasil pode trazer diferentes ganhos, reduzindo também o impacto sobre o Meio Ambiente. “Com a reciclagem de materiais pós-consumo, é possível diminuir o custo crescente do setor empresarial na obtenção de matérias-primas, o custo de disposição final, além de gerar empregos e renda.”.

Segundo Pio, um dos principais desafios na gestão eficiente destes resíduos é a operacionalização da logística reversa, que envolve não apenas os fabricantes, mas também os importadores, distribuidores e comerciantes dos produtos ou embalagens. “A nossa ideia é focar no aumento da fração de resíduos que possam ser reaproveitados. Há uma necessidade de se implementar ações para fomentar a indústria da reciclagem, por meio de instrumentos econômicos, tais como incentivos fiscais e linhas de financiamento acessíveis previstos nas políticas nacional e estadual de resíduos sólidos.”, enfatiza a gerente, que abordará no evento, justamente, a temática da lei no âmbito da indústria.

Para falar sobre as “Perspectivas para o Futuro da Gestão de Resíduos’, o evento contará com  a presença de Carlos Silva Filho, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE).

Além disso, serão discutidos também os acordos setoriais firmados com o governo do estado de São Paulo. Representantes das seguintes áreas estarão presentes: Eletroeletrônicos (João Carlos Redondo, Diretor da Área de Sustentabilidade da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica – ABINEÉ), Embalagens em Geral (Victor Bicca, presidente da associação Compromisso Empresarial para Reciclagem – CEMPRE), Lâmpadas Fluorescentes de Vapor de Sódio e Mercúrio e de Luz Mista (Georges Blum, presidente da Associação Brasileira de Importadores de Produtos de Iluminação ABILUM), Embalagens Plásticas de Óleo Lubrificante (Laercio dos Santos Kalauskas, presidente do Sindicato Interestadual do Comércio de Lubrificantes – SINDILUB).

Serviço:
A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS E SEUS AVANÇOS
Data: 08 de março de 2017
Horário: das 14:00hs às 18:00hs
Local: Câmara Brasil-Alemanha (Rua Verbo Divino, 1488, 3. Andar, São Paulo/SP)
Inscrições, clique aqui!
Gratuito

Foto: Shutterstock                         

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.